domingo, agosto 27, 2006

Uma Puta dá-se por dinheiro.

Mas em abono da verdade...numa relação de pessoas que se amam não esperamos todos receber em igual quantidade à que damos à pessoa que amamos, mesmo sabendo que todos são diferentes e o modo de pagamento também o será?

11 Comments:

Blogger siniux said...

Pois..
Eu também achava que sim.

12:23 da manhã  
Blogger dreams said...

e se, para variar, ao iniciar uma relação, em vez de termos expectativas daquilo que o outros nos pode dar,, nos conseguíssemos dar por inteiro... sem nada esperar...
utópico?
talvez...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

3:14 da tarde  
Blogger lagarto said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

9:01 da tarde  
Blogger lagarto said...

o problema ñ é dar uma parte ou dar por inteiro...o problema é k quanto mais se dá mais se espera receber...se nos damos por inteiro (e só assim imagino o amor) a fasquia é simples, keremos k a outra pessoa também por inteiro se dê.

10:58 da tarde  
Anonymous Pagad said...

Epah eu gosto é de receber!!! lololol sim confesso que dou, mas gosto receber ainda mais do q dei, nao é ser egoista, mas q th medo de dar tenho! ;) beijo*

11:53 da tarde  
Blogger Zélia said...

Se amas realmente, não ficas á espera de receber nada em troca!
Ficas contente por dar apenas....

Bjokas :)

3:05 da tarde  
Blogger hala_kazam said...

sabes que eu tambem pensava assim...até que um dia fiz exactamente o oposto dei e sabia que nao ia receber nada...e soube tao bem dar...entregar sem reservas...
é estranho...mas a vida por vezes tem destas coisas

*beijo*

3:33 da tarde  
Blogger lagarto said...

não recebeste mesmo nada? nem um sorriso? pk o receber k eu falo é um receber de gratidão, de amor, de felicidade...não um receber algo material ou igual ao k se dá...pk se der dinheiro a uma criança na rua sentir-me-ei bem, mas se ela sorrir sentir-me-ei ainda melhor...expectativas...e se der um abraço espero k do outro lado isso seja sentido e k me apertem também...mas kd se começa a dar, a dar, a dar, smp a dar algo a kem se ama durante mto tempo e passado todo esse tempo veres k a balança pende vertiginosamente para um dos lados como reages? continuaria a saber-te bem entregares-te e dares sem receber de igual forma?...

5:46 da tarde  
Blogger jomaolme said...

Eu tento sp dar o que de melhor posso oferecer...gosto mais de dar do que receber...tanto é que no Natal e afins tenho sp que revelar o que vou oferecer! Mas não vou ser cinica ao ponto de dizer que não espero nada em troca. E se for o melhor que a outra pessoa puder dar, msm q pouco, fico muito, muito feliz!!

Beijokas

8:37 da tarde  
Blogger Pandora said...

Well... Totalmente cética qto ao amor incondicional, é utópico sim. Até dos pais (ou filhos) esperamos receber afinco e resposta a gestos ou demonstrações diversas de sentimentos, que não podem ser mensurados a ponto de se saber o que "pagaria". Qdo isso nao acontece, bem sabemos o "preço".

5:55 da tarde  
Blogger Klatuu o embuçado said...

Já pediste opinião à tua mãe?

6:19 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home