segunda-feira, maio 15, 2006

MIRAGEM

Não sei quem sou nem onde estou
Não sei se existo ou se me lembro por me terem contado
Não sei o rumo que o meu corpo tomou,
O deserto sem fim põe-me cansado

Não sei se sou a pele cor de areia
Se a sombra que me acompanha na viajem…
Serei a ilusão que a todos nos rodeia?
Acho que neste deserto, sou apenas uma miragem…

11 Comments:

Anonymous vodka pura said...

amigo...realmente sabes escrever...mais uma vez te digo publica um livro...e...
keep going!!!
kiss

8:14 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

amigo...realmente sabes escrever...mais uma vez te digo publica um livro...e...
keep going!!!
kiss

8:14 da tarde  
Blogger jomaolme said...

Isso é uma crise existencial???lol

Beijoka

7:11 da tarde  
Blogger lagarto said...

não!lol! apenas achei a imagem fenomenal e apeteceu-me fazer um poema acerca...

7:56 da tarde  
Blogger Principessa said...

a imagem está brutal, a sombra parece o original! mt bacana, mesmo.

8:41 da tarde  
Blogger jomaolme said...

Sim...de facto a imagem é fantástica!
Fizeste muito bem em fazer um post c ela!!

Beijoka

9:02 da tarde  
Blogger Visconde said...

Sim senhor, belo poema e bela foto.
Grande abraço

6:44 da tarde  
Blogger Homem da faina said...

a foto tá mto boa, mas o poema está excelente, e acredita que não atiro elogios ao vento. Só um reparo: viaGem. lol

Abraço

7:24 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Really amazing! Useful information. All the best.
»

6:42 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Super color scheme, I like it! Good job. Go on.
»

4:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

I find some information here.

1:22 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home